Como Vender Muito e Sem Prejuízo na Black Friday 2022


A Black Friday 2022 já está bem próxima! Neste ano de 2022, ela acontece no dia 25 de novembro, e é sempre um evento de extrema relevância para o varejo. Vai participar? Prepare-se agora! Este ano, além da inflação, e da crise pós-pandemia, temos as eleições presidenciais no Brasil. São muitos fatores que mostram que o cenário vai continuar difícil. 

A disposição a pagar e a taxa de juros

Olhar para a renda é importante porque assim  entendemos a capacidade de adquirir os bens que serão disponibilizados na Black Friday. Atualmente a nossa  taxa de juros está bastante elevada, 13,75% ao ano. Esse percentual afeta o poder de compra das pessoas que têm menor renda e são muito dependentes do parcelamento das compras, principalmente as de tíquetes mais elevados..

 

Inflação

Outro componente é a inflação mais alta. Apesar disso, a demanda não tem reduzido na mesma proporção da elevação dos preços. Assim,  os preços continuarão em alta. Grandes fabricantes globais já anunciaram que enxergam o cenário de aumento de preços até o final do ano e que, na América Latina, ainda não é possível analisar uma redução da demanda que justifique a descida dos valores.

Isso significa que estamos em um momento praticamente inelástico, que é quando se aumenta o preço e a demanda reduz em uma proporção muito menor do que a elevação dos preços. Para parar a alta inflacionária, é preciso que a demanda diminua numa velocidade superior à elevação dos preços. E ainda não observamos isso. Isto deixa o consumidor com medo de gastar muito. Dessa forma, a perspectiva é de que se gaste com produtos de menor tíquete.

 

A Copa do Mundo

A favor das vendas, teremos a Copa do Mundo. É possível que as pessoas ainda tenham disposição para gastar com televisores. Existe também o movimento do 5G. As empresas do setor se preparam para o grande lançamento de suas campanhas para que os consumidores substituam smartphones 4G por aparelhos com a nova tecnologia. São dois fatores que podem trazer um pouco mais de ânimo. Mas considerando o cenário geral, eu diria que as empresas vão precisar se preparar mais e melhor, com antecedência para extrair o máximo de valor dessa Black Friday.

 


Dicas para precificar corretamente na Black Friday:

1) Acompanhe o preço dos concorrentes desde já

Entre as dicas que posso deixar, uma delas é referente ao timing. É importante já começar a acompanhar os movimentos de preços dos concorrentes. Existem categorias mais sensíveis à concorrência, outras menos. Portanto, começar a entender os movimentos de preços dos concorrentes diretos e saber como afetam a própria venda é essencial para começar a se planejar em relação aos produtos mais e menos sensíveis aos valores. Com menos dinheiro no bolso, o consumidor estará mais criterioso. Ou seja, seguir a tendência de trabalhar um período maior para a Black Friday é interessante.

 

2) Trabalhe promoções na semana ou até no mês da Black Friday

Vale ressaltar que o consumidor vai pesquisar mais, dedicar mais tempo para escolher o que comprar. Então, seria bastante interessante trabalhar não só a quinta e a sexta-feira de Black Friday, mas a semana e, possivelmente, todo o mês de novembro.

 

3) Conheça a elasticidade dos seus produtos

É importante ainda conhecer a elasticidade de preços dos seus produtos. De nada adianta formar um grande estoque para campanhas que são pouco sensíveis ao preço e não devem responder com mais demanda em função do planejamento de promoções. No contraponto, podem existir produtos que são sensíveis ao preço e talvez o varejista não tenha planejado o estoque. Nesse caso, ele perderia a oportunidade de atender à demanda. Então, conhecer a elasticidade e seus consumidores é muito importante para que os investimentos no estoque e nas promoções sejam mais assertivos.

 

4) Entrega rápida

Por fim, eu chamaria a atenção para a entrega rápida. O consumidor está cada vez mais exigente não só em relação ao preço como também à velocidade de entrega. Seria uma boa ideia trazer o olhar do consumidor para produtos que o varejista poderia enviar mais rapidamente, criando vitrines com promoção e entrega rápida, por exemplo. Isso talvez possa agregar nessa data tão esperada pelo consumidor. Mas sempre prometa um prazo que você possa cumprir.

Agora, é preciso lembrar que acompanhar preços de concorrentes, monitorar a elasticidade, as rupturas de estoque e definir preços competitivos não são tarefas fáceis. Manualmente, ou com apoio de ferramentas analógicas, é quase impossível ter sucesso nessa jornada.

As empresas precisam perceber que a digitalização dos processos é a única maneira de levar essas estratégias adiante de forma escalável e com a velocidade necessária. Com o aumento exponencial da concorrência e das facilidades que os meios digitais trazem para mudanças de preços e estratégias, quem já conta com a tecnologia no suporte às táticas de pricing sai na frente. Afinal, a  luta é vender bastante extraindo o máximo de rentabilidade e colocando o preço certo no momento certo.

Abaixo, vou deixar de bônus, 14 ideias de promoção para a Black Friday. Confira!

 

Com o planejamento definido para a Black Friday, você pode começar a pensar em quais benefícios serão mais atrativos para os seus consumidores e também mais estratégicos para o seu negócio.

Conheça a seguir algumas ideias de promoção que você pode oferecer na ocasião!

1. Desconto percentual

Esse é o tipo de oferta mais comum em qualquer campanha promocional, consistindo na aplicação de um percentual de desconto aos produtos participantes.

Dependendo da sua estratégia, o desconto pode contemplar todo o site ou apenas uma categoria de itens em promoção, com mercadorias de alta saída ou que estão encalhadas no estoque, por exemplo.

Se o seu negócio aderir à Black Friday antecipada, uma dica é aplicar o desconto em uma categoria de produtos diferente a cada dia ou semana. Assim, você mantém a atenção e o interesse do consumidor ao longo do evento.

2. Frete grátis

Como mencionamos no início do conteúdo, o frete grátis é uma das vantagens mais procuradas pelos consumidores na Black Friday.

No entanto, é essencial entender se você consegue arcar com os custos da entrega, para garantir a sua rentabilidade com essa promoção.

Se você não tiver condições de disponibilizar o frete gratuito para todas as compras, pode limitá-lo a pedidos acima de um determinado valor, a produtos específicos, a algumas regiões do país ou até mesmo a clientes fiéis da sua loja.

3. Cupom de desconto

O cupom de desconto é uma ótima forma de realizar ações segmentadas para diferentes públicos. Você pode, por exemplo, criar um cupom exclusivo para clientes novos, incentivando-os a fazerem a primeira compra no seu site.

Ainda é possível fazer parcerias com sites de divulgação de cupons. Essas páginas geralmente recebem um grande volume de acessos, sendo também um bom canal para promover o seu negócio durante a Black Friday.

4. Desconto progressivo

Nesse tipo de promoção, quanto mais produtos o usuário compra, maior o desconto que ele recebe. Por exemplo: se ele levar três itens, o desconto é de 10% sobre o valor total da compra; já se ele levar quatro itens, o desconto é de 15%.

A oferta pode ser aplicada para a compra de produtos diferentes ou para múltiplas unidades de uma mesma mercadoria. O segundo caso é recomendado especialmente para produtos de uso recorrente, como itens de higiene pessoal.

Dessa maneira, o desconto progressivo é uma estratégia eficaz para maximizar o valor gerado por cada cliente e aumentar o ticket médio do seu negócio.

5. Combos promocionais

Os combos promocionais, ou kits de produtos, são conjuntos de itens que, quando comprados juntos, têm um valor mais baixo do que se fossem adquiridos separadamente.

Assim como o desconto progressivo, essa promoção também estimula o consumidor a levar um número maior de mercadorias e ajuda a aumentar o valor médio dos pedidos realizados no seu site.

Um ponto de atenção é que os produtos do combo devem ser complementares, agregando valor entre si, para fazer sentido para a pessoa adquiri-los.

6. Desconto por forma de pagamento

Outra ideia de promoção que você pode realizar durante a Black Friday é oferecer um desconto especial para compras que forem realizadas por uma determinada forma de pagamento.

Se você quer aumentar o número de compras à vista no seu e-commerce, pode aplicar o desconto para pedidos realizados por Pix, por exemplo.

O Pix é um método de pagamento com autorização imediata, além de taxas mais baixas do que cartão de crédito e boleto, possibilitando oferecer descontos mais atrativos para quem optar por pagar com ele.

7. Cashback

O cashback é um benefício que tem ganhado cada vez mais destaque. Na prática, ele garante que o cliente receba de volta uma porcentagem do valor gasto em uma compra.

Dependendo do programa de cashback, esse valor pode ser revertido em crédito para os próximos pedidos na loja ou transferido para a conta bancária do consumidor.

Como quanto mais a pessoa gasta, mais ela recebe de volta, essa é uma ideia de promoção que ainda pode ajudar a aumentar o ticket médio, assim como a taxa de recompra no e-commerce.

8. Pague 1, leve 2

Essa estratégia promocional é indicada principalmente para dar saída a produtos que estão encalhados no seu estoque.

Como o próprio nome sugere, o funcionamento é bem simples: o cliente paga somente por uma unidade do item e leva duas. Algumas variações da promoção podem ser “Pague 2 e leve 3” e “Compre 2 e ganhe 1”.

9. Brindes e amostras grátis

Já pensou em presentear o consumidor com um brinde para a compra de um determinado produto ou para pedidos acima de um certo valor? Essa é uma ótima maneira de incentivar a saída de uma mercadoria e aumentar o seu ticket médio.

O brinde pode ser um pequeno mimo, como um bombom ou um caderno, um outro produto da sua loja ou uma amostra grátis. Nesses dois últimos casos, você ainda tem a oportunidade de apresentar um novo produto da sua loja para o cliente!

Independentemente do brinde escolhido, o mais importante é que ele seja atrativo para o comprador e, de preferência, tenha alguma relação com o item principal que ele está levando.

10. Promoção relâmpago

Ative o senso de urgência dos seus consumidores realizando promoções relâmpago ao longo da semana ou do mês da Black Friday!

A cada dia, você pode aplicar desconto em um produto ou uma categoria de produtos diferente. Assim, você distribui suas promoções por um período de tempo maior e ainda estimula as compras por impulso, levando os clientes a correrem para aproveitar a oferta limitada.

11. Concursos

Que tal realizar uma promoção atrativa e ainda gerar engajamento nas suas redes sociais? Os concursos são perfeitos para isso!

Algumas ideias de ações que você pode promover, nesse sentido, são:

  • concurso que premie o consumidor que enviar a foto mais criativa utilizando os produtos da sua loja;
  • caça ao tesouro que guie o cliente pelos diferentes perfis da sua empresa nas redes sociais para encontrar dicas que levem a descontos e outros benefícios no site;
  • quizz sobre a história da marca, sendo que a primeira pessoa a acertar todas as questões ganha um cupom de desconto especial.

12. Vale-presente

Considerando que muitos consumidores aproveitam a Black Friday para adiantar a compra de presentes de Natal, por que não oferecer vales-presente com desconto?

Assim, o cliente pode presentear seus amigos e familiares com um saldo de compra no e-commerce, que pode ser utilizado para adquirir os produtos que mais lhes agradem.

É uma ideia de promoção prática e vantajosa para o consumidor, que consegue um preço promocional para seus presentes de Natal, e também para o seu negócio.

Afinal, o vale-presente traz novos clientes para a sua loja, que podem gastar mais do que o valor disponível no voucher e ainda se tornar compradores frequentes.

13. Programa de indicação

Quer atrair mais clientes na Black Friday? Crie um programa de indicação para estimular os consumidores a recomendarem o seu negócio para outras pessoas.

A proposta dessa ação, também chamada de “Indique e ganhe”, é oferecer recompensas para os clientes que indicarem o seu e-commerce para amigos que fizerem uma compra na loja.

Os benefícios costumam variar de acordo com o número de indicações, sendo essencial comunicar de forma clara como eles funcionam. Algumas ideias de recompensas são brindes, descontos e até mesmo produtos.

14. Venda às escuras

Por fim, uma promoção diferenciada na qual algumas lojas têm apostado são as vendas às escuras, que consistem em pacotes misteriosos que os consumidores compram sem saber o que eles contêm.

Se você tem uma loja virtual de camisetas, por exemplo, pode oferecer um kit com três peças, a preço promocional, com estampas que serão surpresa para o comprador.

Esse tipo de ação é interessante para gerar curiosidade e engajamento no público, incentivando os consumidores que adquirirem a promoção a fazerem vídeos de unboxing para mostrar o que receberam em seus pacotes.

Agora que você conhece algumas ideias de promoções para a Black Friday, pode selecionar as mais estratégicas para o seu e-commerce se destacar na ocasião.

Nesse ponto, lembre-se de que também é fundamental divulgar todas as suas ações, por meio de redes sociais, anúncios pagos, e-mail marketing e outros canais.

Para te ajudar nesse ponto, temos um curso completo com dicas de campanhas de marketing digital . Não deixe de ler!

 

 Vamos crescer juntos?

Esta matéria foi originalmente publicada em: Revista varejo 

Gostou desse Artigo?

Compartilhe este post!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp

Cadastre-se na nossa Newletter

Receba atualizações semanais dos nosso conteudos em primeira mão

Outros conteúdos que podem te interessar

Saúde financeira

Declaração do Imposto de Renda em 2024 – Guia Prático com tudo o que você precisa saber

Declaração de Imposto de Renda pode ser uma tarefa desafiadora, mas neste artigo, vou simplificar tudo para você ficar tranquilo em 2024. Prepare-se para evitar

Gestão & Organização

Ganhe Dinheiro Parcelando Boletos em até 12x

Conheça essa grande oportunidade de Parceria, onde você pode parcelar as Contas dos seus clientes utilizando cartão de crédito. Chegou a solução que seu cliente