Você é MEI em São Paulo? Aprenda como emitir NF-e [PASSO A PASSO]

Você é um Micro Empreendedor Individual?
A política pública do MEI foi criada com o objetivo de formalizar pequenos negócios e assim facilitar as vendas para empresas e também as contribuições previdenciárias, como INSS e FGTS.

Se você já tem seu próprio negócio, ou deseja iniciar um, então, saiba que existem algumas vantagens em abrir um MEI:

  • Apoio do SEBRAE
  • Poderá vender para outros CNPJs, como empresas e até mesmo para o governo
  • Com pouquíssima burocracia, terá um CNPJ e alvará de funcionamento sem custo
  • Terá acesso a serviços bancários e crédito diferenciado
  • Poderá emitir notas fiscais
  • Custo mensal baixo de imposto: INSS, ISS ou ICMS são unificados em uma taxa fixa mensal de pouco mais de R$ 50 (e nada mais)
  • Direitos e benefícios previdenciários: aposentadoria, auxílio doença, salário maternidade, pensão por morte (para a família), entre outros

No entanto, se você precisou emitir uma NF-e (Nota Fiscal Eletrônica) para vender a uma empresa ou mesmo ao governo (em uma licitação, por exemplo), sabe que nem sempre o caminho é simples. Mas não se preocupe: esse artigo vai ensinar você a ficar regularizado para emitir sua NF-e rapidamente. Continue lendo atentamente.

Primeiro, verifique se você realmente precisa habilitar o seu MEI para a emissão de NF-e. Pode ser que você já esteja habilitado!

MEI

Você já foi atendido pela Secretaria da Fazenda, indo ao Poupa Tempo ou diretamente no órgão? Se sim, é possível que o atendente tenha fornecido um login e uma senha para entrar no portal. Você pode clicar aqui e tentar acessar com seus dados do Portal ICMS ou do PFE (Posto Fiscal Eletrônico). Se o acesso for validado, parabéns! Você já está pronto para emitir NF-e e só precisa encontrar um emissor competente para fazê-lo.

Nunca ouviu falar nada sobre Portal ICMS ou PFE? Então siga o passo a passo a seguir:

  1. Em primeiro lugar, você precisa de um Certificado Digital e-CNPJ, de preferência modelo A1. É uma obrigação fiscal e é obrigatório para emitir sua NF-e. Você pode adquirir o seu clicando aqui.
  2. Agora que você já possui seu Certificado Digital em mãos, agende um atendimento no posto mais próximo de você. É nesse atendimento que seu login e senha serão gerados. Você pode agendar diretamente nesse site.
  3. Compareça na data e hora marcadas e solicite a retirada do login e senha do contribuinte. Esses dados são válidos para acessar tanto o Portal do ICMS quanto o Posto Fiscal Eletrônico. Não há cobrança de nenhuma taxa, é gratuito.
  4. Após ter os dados em mãos, acesse o Portal do Contribuinte, clicando aqui. Use o login e senha que você conseguiu no atendimento.
  5. Já no Portal do Contribuinte, faça a solicitação do cadastro para a emissão de Nota Fiscal Eletrônica.
  6. Pronto! Você já estará habilitado para emitir NF-e. Agora só falta contratar um emissor de notas barato e confiável, como o EasyGestor.

Ficou alguma dúvida? Deixe nos comentários!

EMPREENDEDOR DE SUCESSO ESTUDA MUITO:

ASSINE NOSSO CONTEÚDO E RECEBA OS MELHORES ARTIGOS E MATERIAIS. É GRÁTIS!


Clicando você aceita os Termos de Uso